Holding patrimonial: O que é e quem deve pensar em ter

31 de maio de 2024

No mundo financeiro e empresarial, estratégias inteligentes para proteger e gerir o patrimônio são essenciais. Nesse contexto, a holding patrimonial surge como uma ferramenta poderosa, oferecendo uma variedade de vantagens para indivíduos e famílias que desejam preservar seus ativos ao longo do tempo e otimizar sua gestão financeira.

As estruturações através de holdings  servem principalmente para trazer proteção aos seus sócios contra diversos riscos e incertezas, como por exemplo questões relacionadas à credores, questões familiares e também questões pessoais ligadas à natureza humana, como o falecimento.

O que é uma holding patrimonial?

Uma holding patrimonial é uma estrutura empresarial que pode deter participações em outras empresas, investimentos (mesmo não sendo vantajoso financeiramente) e bens como imóveis e até mesmo maquinário agrícola. 

Ao contrário de empresas operacionais, em vez de se envolver diretamente na produção de bens ou na prestação de serviços, uma holding concentra-se na gestão e controle das empresas subsidiárias ou de um patrimônio. 

As holdings são frequentemente utilizadas para facilitar a diversificação de investimentos, mitigar riscos e consolidar o controle sobre um grupo de empresas. Elas podem adotar diferentes estruturas de controle, podendo ser puras controlando apenas um tipo de patrimônio, ou mistas, controlando diversos tipos de investimentos, como por exemplo uma holding que controla tanto outras empresas quanto o patrimônio imobiliário de seus sócios.

Além de fornecer benefícios financeiros e operacionais, as holdings também podem ser utilizadas para fins fiscais e de planejamento sucessório. Elas permitem uma alocação eficiente de recursos e facilitam a transferência de patrimônio entre gerações, ajudando a preservar a riqueza familiar ao longo do tempo.

Em resumo, uma holding é uma entidade que controla determinados tipos de patrimônios, proporcionando benefícios estratégicos, financeiros e de gestão para os seus proprietários. Ela desempenha um papel importante no mundo dos negócios, permitindo a consolidação de poder e recursos em uma única estrutura empresarial.

Vantagens de constituir uma holding

Constituir uma holding oferece várias vantagens estratégicas e financeiras, incluindo:

  • Proteção Patrimonial: Ao transferir a propriedade de ativos para uma holding, os sócios podem separar seus ativos pessoais dos riscos comerciais ou legais das empresas operacionais. Também protegem seu patrimônio, como por exemplo empresas ou imóveis, de suas questões familiares e pessoais, como divórcios e falecimentos.
  • Economia de Impostos: A depender da estrutura escolhida é possível ter economia de impostos, como do ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e em alguns casos até mesmo de ITCMD. Também para aqueles que realizam atividades imobiliárias há economia significativa, haja vista que via de regra, salvo exceções, é mais vantajoso vender e alugar imóveis através da holding do que pela pessoa física.
  • Gestão Eficiente: Ao trazer todo seu patrimônio empresarial e imobiliário para dentro de uma holding, centralizam-se os investimentos, de forma que a gestão acaba sendo mais eficiente, tanto em relação à outras empresas quanto em relação à ativos imobiliários, inclusive, evitando o condomínio de imóveis na sucessão aos herdeiros.
  • Facilitação do Planejamento Sucessório: Holdings podem facilitar a transferência de patrimônio para as gerações futuras, permitindo que os fundadores determinem como seus ativos serão distribuídos e gerenciados após sua morte. Isso ajuda a garantir a continuidade dos negócios e a preservação da riqueza familiar. Aqui temos duas possibilidades, ainda, fazer a transferência das quotas da holding em vida ou esperar pelo inventário, aqui ainda sim é mais fácil a transmissão do patrimônio do que se ele não estivesse integralizado na holding. 
  • Acesso a Capital: Ter uma estrutura de holding costuma ser bem visto pelos bancos, uma vez que os riscos individuais da pessoa física não estão diretamente vinculados à empresa operacional. Assim, uma holding estabelecida com uma reputação sólida pode ter acesso mais fácil a financiamento e capital de investimento. Isso pode facilitar o crescimento e expansão das empresas operacionais.

Em suma, constituir uma holding oferece uma série de vantagens estratégicas e financeiras, desde a diversificação de investimentos até a proteção de ativos e o planejamento sucessório eficiente. No entanto, é importante buscar orientação jurídica e financeira especializada ao estabelecer uma holding para garantir que ela seja estruturada de forma adequada e que todas as considerações legais e regulatórias sejam atendidas.

Quem deve considerar criar uma holding patrimonial?

Toda pessoa ou família que deseje proteger e gerenciar seus bens, sejam eles empresas ou imóveis ao longo do tempo ou planejar a transferência eficiente desses ativos para seus herdeiros ou beneficiários deve considerar ter uma holding, dentre essas pessoas destacamos:

  • Empresários e Empreendedores: Aqueles que possuem várias empresas ou planejam iniciar novos empreendimentos podem se beneficiar da criação de uma holding para centralizar o controle e a gestão de suas operações comerciais.
  • Proprietários de Empresas Familiares: Aqueles que possuem empresas familiares e desejam facilitar o planejamento sucessório e a gestão do patrimônio ao longo das gerações podem considerar a criação de uma holding para consolidar a propriedade e o controle das empresas.
  • Profissionais Liberais: Profissionais como médicos, advogados e consultores independentes podem optar por estabelecer uma holding para proteger seus ativos pessoais de suas práticas profissionais.
  • Proprietários de Imóveis: Investidores imobiliários que possuem uma carteira diversificada de propriedades podem considerar a criação de uma holding para facilitar a gestão e a proteção de seus ativos imobiliários, bem como obter economia tributária.
  • Sucessores e Herdeiros: Herdeiros que estão assumindo o controle de um patrimônio familiar podem encontrar benefícios na criação de uma holding para facilitar a transição de propriedade e garantir a continuidade dos negócios familiares.

Considerações fiscais e legais

É importante ressaltar que, embora as holdings patrimoniais ofereçam uma série de vantagens, sua criação e manutenção requerem aconselhamento jurídico e financeiro especializado. A estruturação adequada da holding, a conformidade com as regulamentações fiscais e a gestão eficaz dos ativos são aspectos cruciais que devem ser considerados com cuidado.

Quando da constituição de  uma holding que deterá participações em outras empresas não incidirá nenhum tributo, porém é imprescindível o alinhamento contábil das empresas operacionais antes da integralização de suas quotas na holding para evitar futuro ganho de capital.

Quanto à integralização de bens imóveis, a incidência de impostos deve ser considerada, poderá incidir o ITBI na transmissão da propriedade dos imóveis para a holding, principalmente quando a atividade preponderante dela for imobiliária.

Ainda, quando da sucessão das quotas da holding aos herdeiros haverá a incidência do ITCMD/ITCD, devido tanto nos casos de inventários quanto nas doações.

Quanto a esse imposto, é importante considerar que nos estados onde a alíquota é fixa haverá majoração quando da progressividade, essa já aprovada pela reforma tributária.

É a holding patrimonial a melhor opção para você?

Em última análise, a decisão sobre constituir uma holding depende de uma série de fatores específicos, incluindo seus objetivos financeiros, situação familiar, perfil de risco e preferências pessoais. 

Uma holding patrimonial oferece uma série de vantagens significativas, como proteção de ativos, eficiência fiscal, gestão centralizada e facilitação do planejamento sucessório. Para muitos indivíduos e famílias, essas vantagens são extremamente atraentes e podem ser fundamentais para alcançar seus objetivos de longo prazo.

No entanto, é crucial reconhecer que estabelecer e manter uma holding patrimonial também requer recursos e expertise especializada. Questões legais, regulatórias e fiscais devem ser cuidadosamente consideradas, e é essencial buscar orientação profissional qualificada para garantir que a estrutura da holding seja adequada e eficaz para suas necessidades específicas.

Portanto, antes de decidir se uma holding patrimonial é a melhor opção para você, é importante avaliar cuidadosamente seus objetivos, circunstâncias envolvidas, e buscar orientação profissional para ajudá-lo a tomar uma decisão informada e bem fundamentada sobre o melhor caminho a seguir para proteger e gerir seu patrimônio.

Recomendados

JULGAMENTO SOBRE FUNRURAL PARA PESSOA JURÍDICA TEM INÍCIO FAVORÁVEL AOS CONTRIBUINTES

O julgamento sobre a inconstitucionalidade do FUNRURAL para Produtores Rurais pessoa jurídica iniciou-se com voto favorável do relator, Ministro Marco […]

Saiba Mais

PL da Conformidade Tributária: mudanças e programas para contribuintes

No dia 31/01/2024, o Governo Federal encaminhou ao Congresso Nacional, com urgência constitucional, o texto do Projeto de Lei nº […]

Saiba Mais

Refis paranaense 2022: possibilidade de quitação de até 95% da dívida com precatórios

O Estado do Paraná, por meio do Decreto Estadual nº 10.766/22, regulamenta a Lei nº 20.946/21, regulamentou a possibilidade de […]

Saiba Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

crossmenu linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram